domingo, 30 de agosto de 2009

video


Antes de mais nada, eu gostaria de deixar claro que não duvido da fé desse pregador. Não cabe a eu julgar e portanto não farei isso. Mas não posso deixar de mencionar que é com extrema tristeza que escutei esse arquivo de vídeo.

A BÍBLIA diz assim em 1 Timóteo 3:2-3

"Convém, pois, que o bispo seja irrepreensivel, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, APTO PARA ENSINAR, não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganancia, mas moderado, não contencioso, não avarento."

O grifo é meu.

Por incrível que pareça os erros de português não me assustaram tanto. O que realmente me assustou e me entristeceu foi o desconhecimento bíblico dessa pessoa e a falta de clareza no ensinamento. To até agora tentando descobrir qual foi a mensagem que esse senhor queria passar.

Ele simplesmente conseguiu em dez minutos percorrer a Bíblia toda (de gênesis a apocalipse). Ou seja, total falta de objetividade e clareza, tanto é que só se ouve os membros quando ele ameaça a soltar alguma piada da Eva. O pior de tudo foi ver ele misturando o Salmo 40 com o 23 e por aí vai.

Ao assistir esse vídeo, fiquei pensando no rebanho que estava se alimentando dessa "palavra" (com p minúsculo mesmo). Qual seria o ensinamento extraído dessa pregação? Mas enfim, as críticas não são direcionadas apenas a esse pastor(?), mas sim a todos àqueles que não conhecem a importância do cargo e sem a menor capacidade intelecto-moral se julgam capazes de conduzir um rebanho.

Sinceramente fico estarrecido com a falta de comprometimento de muitos lideres que, talvez, hipnotizado pelo status que o cargo de pastor trás hoje, se auto denominam pastores, bispos, apóstolos, semi-deuses etc. Muitos desses recebem esses títulos sem possuir a mínima condição bíblica de ser um lider.

Em decorrência disso, vemos que os púlpitos estão repletos de ensinamentos "fermentados" ou mesmo distorcidos pela falta de conhecimento daqueles que tinham a obrigação de saber o que fala. Parece que essa passagem bíblica que eu coloquei acima caiu em desuso, ou seja, não tem mais validade pro pastorado hoje.

É lamentável ver que existe alguns pastores papagaios, isto é, só repetem o que ouve, e geralmente só besteira. Esses pastores costumam passar uma hora, em média, gritando aleluia pois estes não possuem uma Palavra edificativa para transmitir para o seu rebanho. Tem pastores que parecem mais Dr. Fritz, só realizam milagres, mas a Palavra nem pensar. O pior de tudo, são aqueles pastores que na falta de conhecimento bíblico recorrem a doutrinas humanas, tais como a psicologia, filosofia etc. O que falar de crianças pastoras? Deprimente! total descaso com os requisitos pastorais bíblicos.

A bíblia não era suficiente? Sim, a Bíblia era suficiente e sempre será suficiente para o bom ensinamento, mas para isso é preciso que o "professor" a conheça profundamente a sua essência.

Muito me preocupa essa questão pois se a fé vem pelo ouvir (Rm 10:17), então precisamos de pessoas capacitadas (na forma bíblica) pra nos ensinar corretamente a mensagem que Cristo deixou pra gente. Pois enquanto pessoas despreparadas estiverem frequentando nossos púlpitos, muitas pessoas serão privadas de conhecer a verdadeira natureza de Deus.

Nenhum comentário: